A UPEC se propõe a ser uma voz firme e forte em defesa da ética na política e na vida nacional e em defesa da cidadania. Pretendemos levar a consciência de cidadania além dos limites do virtual, através de ações decisivas e responsáveis.


domingo, 24 de outubro de 2010

CARTA ABERTA AO FUTURO PRESIDENTE DO BRASIL

Excelentíssimo senhor José Serra.

Pesquisas sérias feitas por especialistas, isentos da criminalidade da política prostituída que está desqualificando os institutos de opinião do nosso país, nos trazem a alegria de saber que o senhor será nosso próximo Presidente da República.

A sociedade – a maioria não subornada ou não corrompida, pelo corrupto, sórdido, imoral e aético movimento chamado de lulismo – acordou para o que representaria para o nosso país um fascismo sindicalista com um poder público que está sendo controlado por um covil de bandidos.

O Brasil, na sua parcela honesta e digna, está profundamente envergonhado perante o mundo diante da postura de cabo eleitoral leviano, mentiroso, hipócrita e farsante assumida pelo atual presidente, que desceu do seu cargo para se comportar da forma a mais desprezível possível no desespero de eleger sua marionete para tentar se salvar do julgamento futuro das suas inúmeras ações e omissões que, durante os oito anos de seu desgoverno, permitiram que meliantes petistas transformassem o poder público em um covil de bandidos e fossem praticados inúmeros crimes de lesa-pátria. Foram mais de cem escândalos de corrupção não esclarecidos e ninguém foi preso e condenado. Essa foi a Justiça da era Lula.

O Poder Público liderado por um psicopata nascido no pântano comuno-sindical, amigo íntimo de uma gang que já foi denunciada por um Procurador Geral da República, e que sonha com o poder perpétuo - foi reduzido a um sórdido, irresponsável e inconseqüente instrumento de omissão perante as agressões às leis eleitorais, à Constituição e demais códigos legais, e aos mais elementares princípios que devem nortear o comportamento dos que são pagos pelos contribuintes para servir à sociedade.

Por alguns meses ficamos absolutamente atônitos com a possibilidade de o país ter como presidente uma marionete de uma dupla – Lula e Dirceu – que representaria um criminoso retrocesso do processo democrático e da liberdade de expressão, e que transformaria o país em uma Cuba Continental.

A Presidência da República, o nosso mais importante cargo público, o posto do líder de uma nação, nunca poderia ser ocupado por alguém com o perfil político e pessoal da candidata do atual presidente, pelo fato dessa senhora ser absolutamente desqualificada para exercer esse cargo e assumir tamanha responsabilidade, em todos os sentidos que possam ser enumerados. Um terceiro e sucessivo vitorioso estelionato eleitoral nos qualificaria como idiotas, imbecis e bestas perante o mundo.

Temos um presidente que além de zombar da Justiça Eleitoral pede, publicamente, entre centenas de atos de política criminosamente prostituída já praticados durante seus dois mandatos, em plena campanha de sua fantoche, para que se extirpe um partido político. Ao mesmo tempo um seu lacaio, que comanda o lobby da corrupção petista, recomenda aos seus militantes meliantes que partam para a agressão nas ruas.

Temos um presidente que agride impunemente a moralidade, as leis eleitorais, a ética e os mais elementares princípios que deveriam pautar suas atitudes ao colocar rigorosamente a máquina do poder público como cabo eleitoral de sua candidata.

Temos um presidente que ultrapassou durante o seu mandato todas as fronteiras que separam a dignidade, da honra, do respeito às leis, do respeito ao cargo de presidente do Brasil, e do patriotismo, para se colocar até o pescoço afundado no pântano do sindicalismo fascista, o berço dessa gente sórdida que transformou uma ideologia de luta pela democracia em um instrumento de suborno, corrupção e prevaricação para criar as trilhas para uma nova intentona comunista.

Temos um presidente que cometeu o hediondo crime de transmitir aos mais jovens a idéia de que a ilicitude, a imoralidade e a falta de ética são os melhores instrumentos de luta pela vida.

Cristo está agora respondendo ao desafio de uma militante desse presidente, acusada de diversos crimes cometidos durante o regime militar, e que declarou que nem Nosso Senhor poderia derrotá-la no seu papel de um fantoche do mais sórdido político de nossa história.

O “Titanic” petista que se achava imbatível e que pretendeu subornar e corromper mais da metade do nosso país está afundando e afogando nas águas da vitória do bem sobre os representantes do demônio nascido no sindicalismo fascista.

Presidente José Serra. Sua tarefa não será nada fácil para desfazer a profunda degeneração moral das relações públicas e privadas promovida pelo desgoverno petista. Foram oito anos de urdidura de um hediondo plano para transformar o país em uma República Sindicalista Fascista. Cuidado com os ratos e as ratazanas dos porões fétidos do Titanic Petista. Tudo será feito para tentar comprometer sua posse. Proteja-se, pois esse tipo de gente não respeita a vida de ninguém.

Mas acredite, sua dimensão humana e política lhe trará a força necessária – com a ajuda de mais da metade da sociedade que não se deixou corromper nem subornar pelos canalhas traidores do país – para enfrentar todas as dificuldades e iniciar um novo projeto democrático para o país.

Os jovens que estão estudando para formarem as novas gerações de líderes poderão novamente acreditar que ser honesto, ser digno, ser ético, ter bom caráter, e ser cumpridor das leis são valores que devem ser perseguidos.

O trabalho honesto e a busca de oportunidades para o aperfeiçoamento educacional e cultural, sem assistencialismo compradores de votos, será retomado contra as tentativas de fazer milhões de cidadãos instrumentos de uma gang que luta apenas pelo poder para colocar o país nas mãos da mais sórdida burguesia pública-privada de nossa história.

Milhares de funcionários públicos não precisarão mais se sentir reféns da desonestidade compulsiva da gang que se infiltrou no poder público.

Presidente José Serra, parabéns antecipados, sem medo de voltar a ser feliz, pelo fato de não acreditarmos que mais da metade da população seja formada de gente que se deixa corromper, especialmente a maioria dos mineiros e dos paulistas que foram reduzidos ao qualificativo de bestas pelos que seguem os passos do fascismo sindicalista atrás da sombra da marionete do mais degenerado político de nossa história.

Esperamos que após a sua vitória o Poder Judiciário, as Forças Armadas, e as polícias civis, militares, e federal, façam com que sejam preservadas as leis do país desta vez, e não permitam que os meliantes militantes do sindicalismo fascista transformem o país em um barril de pólvora que poderá explodir e resultar em uma guerra civil.

Que ninguém se iluda! Após a sua vitória, Excelentíssimo Senhor José Serra, testemunharemos todo tipo de tentativa para que o fracassado golpe de um estelionato eleitoral fascista seja, então, consumado através de uma baderna generalizada nas ruas promovida pelos que queriam que o país continuasse sendo comandado por um covil de bandidos.

A face real do anticristo da política virá à tona e sua soberba espúria derrotada se transformará em um ódio incontrolável contra seus adversários.

Presidente José Serra, que Deus o proteja e faça de sua administração à frente do país um motivo de orgulho para todos aqueles que durante os oito últimos anos vêm lutando para trazer de volta para os seus filhos e suas famílias a esperança de viverem em uma verdadeira democracia, e não mais reféns do medo de serem perfilados diante de em uma cova coletiva do fascismo sindicalista de Lula e Dirceu.

Aos covardes, aos indecisos e aos omissos uma mensagem. Não tenham mais medo e escolham o melhor para o Brasil consolidando mais ainda a grande vitória do nosso candidato José Serra. É a vitória do bem sobre o mal. É a vitória do sonho da democracia sobre o totalitarismo petista. É a vitória da luta pela liberdade contra o terrorismo de Estado. É a vitória da honestidade, da dignidade e da honra sobre a hedionda traição dos lacaios canalhas esclarecidos cúmplices do lulismo. É a vitória de Cristo sobre a representante do demônio nascido no pântano do sindicalismo fascista, ela que, na sua insanidade comunista psicopata, o desafiou.


Geraldo Almendra
23/outubro/2010

Um comentário:

Lord disse...

Parabéns pelo blog.
Estou lincando ao meu, merece ser divulgado.